RECUO

Recuo

De quê?…
Abrir mão…
Recuo dos sonhos! Ou novos?
Não sei…

Pode ser que amanhã quando o olhar ver o sol, pisar no verde da natureza, receber a ternura de um abraço,
jogar para o alto as pétalas que juntamos no caminho
algo novo vai surgir.
Mas…hoje, cada um no seu canto…

Deixar fluir
A oração de todos nós: Pai Nosso…
O silêncio da poluição.
A música: …e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz!
O mau humor do vírus que se mata no álcool ou sabão…
mas mata a gente neste mundão!
Agora…a esperança não se abre mão!
Tem que deixar fluir em todos os cantos da casa.

Pintar o coração de verde, para que ao redor da mesa a cor de família seja do
Amor que não se abre mão!

Publicado por

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: